Negócios

PRODUTOS DIGITAIS: POR ONDE COMEÇAR?

By setembro 6, 2018 No Comments

Como criar produtos digitais escaláveis e alinhados com seu objetivo de negócio

O impacto da tecnologia sobre os negócios já deixou de ser uma tendência para se manifestar como a principal alternativa para o crescimento e inovação dos negócios, criando formas escaláveis de crescimento como nunca antes foi possível.

Segundo a última pesquisa realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e divulgada pela Época Negócios, o uso de tecnologias digitais entre grandes empresas chegou a 73% em 2018, reforçando o modelo que tem sido chamado de indústria 4.0.

O modelo 4.0 aponta para o uso de recursos digitais e tecnologia como principal estratégia de mercado, em complemento aos conceitos 3.0 e 2.0 que tinham como foco o valor social da marca e a perspectiva do consumidor.

Nessa tendência, 48% das grandes empresas planejam investir na digitalização dos seus negócios ainda este ano, principalmente na melhoria de processos e produtos já existentes, automatizando processos e otimizando linhas de produção e respectivos resultados.

Sistemas integrados, automação digital, coleta de dados para big data e monitoramento remoto da produção são algumas das principais estratégias buscadas pelas gigantes do mercado, focadas principalmente em melhorias e na criação de novos produtos e modelos de negócio mais competitivos.

E você, Já começou a mover o seu negócio para o digital?

 

Transformação digital: uma nova fase para os negócios

O processo teve início décadas atrás, com a sociedade transformando seus processos industriais e centralizando esforços no uso da tecnologia. A maior ruptura se deu no período onde a informação foi de analógica para digital, configurando uma digitalização do mercado.

Esse fluxo se intensificou no últimos anos e, associado à Era do cliente, período no qual nossos esforços estão voltados para o stakeholder, a digitalização deixou de ser apenas usada para a informação, para ser também aplicada à processos e negócios.

Hoje, com diversos fenômenos tecnológicos da sociedade em rede, cloud computing, mobilidade, AI, e modelos escaláveis, essa transformação é ainda mais intensa e configura um posicionamento de transformação em massa, para todo tipo de empresa e segmento da sociedade.

Saiba mais sobre transformação digital neste vídeo de Gerd Leonhard, escritor, futurólogo e influenciador no segmento de novas tecnologias e convergência.

Mas o que é transformação digital?

A transformação Digital é o resultado da demanda dos clientes por experiências digitais que sejam cada vez mais fáceis, simples e integradas. Com empresas digitalizando seus processos e modelo de negócio.

A revolução tecnológica levou ao processo onde empresas, de todos os tamanhos, precisam adotar novas estratégias para melhorar a experiência do cliente, atualizando sua dinâmica de atuação e melhorando processos e serviços.

Foi esse contexto que levou ao fortalecimento dos produtos digitais, sejam eles usados para a renovação de antigas empresas, ou para a criação de negócios do zero, com ideias inovadoras ou disruptivas.

Em 2017 a Forbes apontou, seguindo essa abordagem, as 10 principais tendências esperadas para as estratégias de negócio dos próximos anos. Os destaques ficaram para:

  • Adaptação se tornando mais vital do que nunca para o sucesso
  • Aumento na importância do UX
  • Ações de inovação precisam acontecer rapidamente
  • Abraçar o trabalho remoto
  • Fortalecimento da realidade aumentada e virtual
  • APIs
  • Big data e analytics
  • Transformação digital dirigida pela Internet das coisas
  • Máquinas inteligentes e inteligência artificial decolando significativamente
  • Acabar com os silos e segmentações nas empresas

Alguns pontos marcantes:

Infográfico com os oito principais pontos destacados no ambiente da transformação digital

Destaques em transformação digital

 

 

Sobre produtos digitais e como usá-los na sua estratégia

Há alguns anos que os produtos digitais vem fazendo sucesso entre inovadores e empreendedores, viabilizando ideias de negócio do zero e crescimentos inesperados em cenários improváveis.

Mas você sabe, exatamente, o que é um produto digital?

Muitos confundem produtos digitais com a produção de materiais online, principalmente os utilizados em estratégias de marketing online, como e-books e templates. Neste post não estamos falando sobre materiais, mas sobre produtos.

Esses produtos apresentam maior nível de complexidade e podem viabilizar sozinhos toda uma estratégia de negócio da empresa, como core business ou como parte fundamental dos seus processos e escala de crescimento.

Além disso, o consumo do produto digital é muito mais simples e cômodo para o usuário. O acesso é remoto, mais prático, e viabiliza escalas de crescimento muito mais significativas.

Podemos destacar, inclusive, alguns vantagens de investir em produtos digitais:

  1. Possibilidade de crescimento escalável
  2. Atualização constante e dificuldade de ficar obsoleto
  3. Agilidade de melhorias e correções
  4. Poucos recursos iniciais necessários
  5. Acesso facilitado para o consumidor
  6. Mercado promissor e repleto de oportunidades

O conceito é muito amplo, mas vamos falar genericamente em dois principais cenários, que com maior frequência recebem a nomenclatura. São eles:

Cenário 1: tenho uma ideia de negócio e ela se baseia em um produto digital, criando um sistema, aplicativo ou plataforma que viabiliza minha interação com o cliente. Geralmente em um modelo de startup e/ou Saas.

Cenário 2: já tenho um negócio, no ambiente offline, e quero levá-lo para o ambiente digital, seja com uma reestruturação completa no meu modelo de negócio ou com a melhoria e automação de processos.

Os dois cenários apresentam muitas similaridades em relação ao processo de definição do produto e fatores que devem ser considerados para seu planejamento, a distinção fica por conta do objetivo final que ele deve cumprir, ou seja, sua proposta de valor.

Ao criar o produto tenha em vista a pergunta “ao final, qual problema ele irá resolver?” e direcione todo o planejamento para esse objetivo.

Como criar um produto digital

Então você já tem uma ideia de projeto e pretende colocá-la em prática. Separamos dicas importantes que devem conduzir o processo de criação, seja em um produto do zero, ou na transformação digital do seu negócio já existente. Confira!

O que preciso saber para começar

Qualquer um pode se tornar um empreendedor ou produtor digital, basta ter uma ideia valiosa, que tenha importância para um grupo de públicos potenciais.

Antes de qualquer coisa, estude muito sobre as variáveis que impactam essa ideia. É preciso ter em mente aquilo que está buscando para que o planejamento seja bem direcionado e atenda a um objetivo específico.

Lembre-se que empreender ou promover mudanças no seu negócio já existente representam um grande desafio. Nenhum processo de transformação é fácil, será preciso muito estudo e dedicação para que funcione.

E o mais importante, coloque sua ideia em prática. Estima-se que aproximadamente seis pessoas tem a mesma ideia de produto digital, mas que somente uma coloca a ideia em prática. Não perca o timing e coloque seu projeto para funcionar.

Planejamento é fundamental

Você vai perceber que existe uma infinidade de tarefas envolvidas no processo de criação de um produto. A lista de atividades não para de crescer e você precisa de um planejamento eficiente para definir suas prioridades.

Sendo assim, antes de iniciar qualquer ação, pare e pense sobre ela. Avalie quais são suas prioridades reais, algumas ferramentas podem te ajudar, como as matrizes de importância e urgência.

Matriz de importância x urgência

Matriz de importância x urgência

O objetivo de todas as atividades que desenvolver deve te conduzir para mais perto do foco principal: resolver a dor do seu cliente. Avalie o que é mais prioritário com base no valor final que irá entregar.

O planejamento também é o momento para estudar e avaliar o que está propondo. Isso ajuda a se preparar para as próximas etapas, mais focadas no cliente e no uso do produto em si.

Conheça o seu cliente e mercado

A melhor forma de modelar o seu produto é pensando em quem irá usá-lo.

Desde o início, seu planejamento deve ser direcionado para resolver um problema – ou dor – de um determinado grupo social. Você deve conhecer esse grupo, avaliar sua amplitude e escala, assim como identificar oportunidades para ampliar o alcance e aderência.

Converse com possíveis clientes e reúna feedbacks sobre as características que mais buscam em um produto, ou aquelas que não dialogam com seu estilo de consumo. Esse contato deve ser uma constante durante toda a vida útil do seu negócio.

O seu produto não deve atender aos seus desejos, mas aos de quem irá utilizá-lo. Crie hipóteses sobre o que tem valor para o consumidor mas não esqueça de validá-las com quem realmente poderia usar.

Também avalie quais são as outras empresas que fazem parte do segmento e qual é o diferencial competitivo de cada uma delas. Retire insights e ideias sobre a formulação do modelo de negócio.

Economize tempo aprendendo com o que os outros já fizeram

Comece pelo protótipo ou MVP

Você planejou seu modelo, estudou seu público e mercado e está ávido por colocar a ideia em prática? Então esse é o momento para criar seu protótipo ou MVP.

A melhor maneira de validar o seu produto digital, é testando.

Sendo assim, reúna todos os conhecimentos que adquiriu até agora e comece a criar o seu projeto. A ideia é estruturar uma versão inicial do produto com todas as principais funcionalidades que atendem a sua proposta de valor. Um MVP pode ser a melhor alternativa.

Saiba tudo sobre MVPs no post “MVP: inicie seu negócio com lançamento rápido e menor investimento“.

Um projeto simplificado, mas alinhado com a proposta de negócio, irá te mostrar se a solução atende as expectativas do cliente e quais são os principais pontos de valor, ou necessidades de melhoria. Uma validação para que você não perca tempo ou dinheiro.

Desenvolva seu projeto com os melhores

A qualidade do seu produto é um dos principais fatores de diferenciação entre você e seus concorrentes. Desenvolva um sistema com alta qualidade de código, excelente performance e capacidade de crescer em escala.

O seu produto será submetido a constantes melhorias e reajustes, isso deve ser acompanhado de perto por profissionais capacitados para que o sistema não seja comprometido e seu negócio continue funcionando como deve.

Empresas especializadas na criação de produtos digitais, de MVPS à sistemas de alta complexidade, podem te ajudar nesse processo. Busque parceiros confiáveis e que entendam o seu modelo de negócio.

A Codus já entregou dezenas de produtos digitais, sempre alinhados com as melhorias tecnologias e estratégias de crescimento para os clientes. Tem uma ideia? Então fale com a gente.

Tome decisões baseadas em dados e engajamento

Não tome decisões baseadas em intuição, seja “data-driven”. Observe os dados relacionados ao uso do produto, eficiência de canais e aquisição de clientes para definir suas estratégias.

Também analise a rentabilidade do seu produto. A solução pode ser ideal, mas o modelo pode não estar suficientemente rentável ou sustentável. Utilize esses insights para fazer os ajustes necessários no seu modelo e continue medindo os resultados.

Não esqueça de avaliar o engajamento dos usuários, quantidade e engajamento são coisas diferentes, você pode ter um volume significativo de acessos motivados pela curiosidade ou promoção que, em pouco tempo, pode migrar do seu produto.

Busque proximidade com o cliente, no atendimento e na entrega de soluções e melhorias, para que o engajamento seja maior e a vida útil junto ao seu produto estendida.

Como precificar e vender

A forma como o seu produto digital será monetizado está diretamente ligada ao seu modelo de negócio. Você pode criar assinaturas, cobrar pelo uso pontual de funcionalidades, monetizar um percentual sobre as transações realizadas, ou qualquer outra estratégia que faça sentido.

Leve em consideração os seguintes fatores:

  • Gastos com a produção e o negócio
  • Projeção de faturamento e payback
  • Perfil de consumo do público
  • Valor agregado do produto para o cliente
  • Preço dos concorrentes

Sua precificação deve estar alinhada com esses fatores, e pode ser testada e ajustada conforme todos os outros pontos da sua estratégia.

Para ampliar suas vendas, invista em comunicação e divulgação adequadas. Estratégias de marketing digital são ideais para o crescimento de negócios online.

Por fim

A criação de produtos digitais pode ser complexa mas, se feita com o planejamento e cuidado adequados, com ajuda especializada e validações constantes, tem muito potencial para dar certo.

Gostou? Então comece agora!

E se precisar de ajuda, conte com a gente 😉

Leave a Reply